Hariovaldo Rural: Criação de patos surge como alternativa viável na República

Para o bom empreendedor a crise é apenas um tempo incrível de oportunidades de inovar. Na área rural, conforme indica um senador de uma província agrícola do país, a criação de pato é uma verdadeira mina de ouro para quem quer empreender. Está aí uma boa opção para quem quer iniciar um novo negócio. Boa sorte!

Comentar no Facebook

Comentários

24 Comentários para “Hariovaldo Rural: Criação de patos surge como alternativa viável na República

  1. revenger
    8 de abril de 2017 em 14:19

    Não vamos pagar o pato. Pra isso, devemos fazer um pacto. E comemorar comendo pizza de patê de foie gras.

  2. Coronel Lalado
    8 de abril de 2017 em 13:07

    Abençoado prophessor Grão Mestre e Doutor D’Almeida Prado, torcida 7×1 que usa Prada, movimento ethico ‘vãoparáq’essa’ôrraê!’,

    O longa “A lei é para todos os petralhas”, philme de estreia do Doutor Mouro e que vae concorrer nas academias d’artes de Holliwood esptá quase terminado. Baseado, e usando cenas, da novela Petralhão A lei é para todos, que passou no jornal tradicional com enorme sucesso, será o lançamento em breve em Davos pelo Doutor Janota.

    • Coronel Lalado
      8 de abril de 2017 em 13:07

      Dando sequência a série “lei é para todos”, a Phiespê esptará lançando “Phiespê a lei dos patos” que terá cenas gravadas directamente do patário da Phiespê na avenida paulispta. Está em estudos e já tem roteiro “Pelos patos em nome da ethica e da moralidade voto pelos meus herdeiros simSIMSIIIMMM”

  3. Ricardo Fabri Filho
    7 de abril de 2017 em 19:25

    Doutores, doutoras,semi alfabetizados com o 2.o grau completo e demais patos manipulados pela pelo pérfido, nefasto e demoníaco maçom Dr. Professor Prado.

    É óbvio que este post é puro diversionismo e alienação proposital no sentido de afastar as mentes do grave momento por que passa o Brasil e também o mundo agora a beira de um apocalipse nuclear provocado pelos répteis da NWO do governo da escuridão paralelo que faz do Dr. Trump um mero fantoche assim como foram também seus antecessores.

    É isso que o Dr. Professor Pradinho tenta esconder e encobrir falando de amenidades ridículas de 3 patinhos na lagoa.

    A mim NÃO Dr. Professor Prado! Eu já conheço suas artimanhas orientadas pelo altar do Sinteko Gelado seu mentor, para este bloguinho.

    Sds, RFF

    • Heidi Maria
      7 de abril de 2017 em 20:56

      Desorientado Fabri,

      Não tenha medo de uma guerra nuclear pois seu amo e senhor de Curitiba acabou com nossas usinas e não poderemos entrar nem num conflito citoplasmar. Take te easy my brother Duck

      • Ricardo Fabri Filho
        7 de abril de 2017 em 21:48

        Meu amo e senhor é e sempre foi nosso senhor Dr. Jesus Cristo madame doutora.

        E a unica maneira de entrarmos em um conflito nuclear é com o traseiro.

        É um momento para os que creêm no senhor fazerem suas orações em favor da paz e boa vontade dos homens, pois mulheres não participarão da solução deste entrave infelizmente.

        Se fossem elas responsáveis pelos destinos do mundo não chegaríamos a este ponto delicado, teriam acertado as diferenças entre um bolinho e chuva e uns pontos novos de tricôt numa tarde de conversa fiada na cozinha.

        Sds, RFF

        • revenger
          8 de abril de 2017 em 14:13

          Conversa afiada? Detectado comunista frequentador de síctios bolivarianos.

          • revenger
            8 de abril de 2017 em 14:14

            E demais a mais, são só dois patinhos na lagoa. Tres já é demais.

  4. emerson57
    7 de abril de 2017 em 9:40

    Bom dia titio Hari,
    “Criação de patos surge como alternativa viável na República”
    Não vae rolar!
    Ao menas aqui em Santos, S.P.
    A cidade já está eivada de patos. É pato para todo lado! Peor: eles bicam!
    Se descomphiarem que algum raro indivíduo é simpático ao PT, o bixo “pato” pega.
    Repletas de fervor cívico, xega a pular a veia do pescoço desses colunas da sociedade. Se o cidadão falar minimamente mal do mouro, corre o risco de perder a vida, removida em prol de uma pátria livre da kurrupiçaum.
    Alguém me avisou para eu pisar esse chão devagarinho!

    • Rever O.Freven
      7 de abril de 2017 em 18:47

      Simmmm, Sr. Emerson.
      Bicam mesmo !
      Deveriam ser homenageados com a mudança do nome da Rua do Peixe …

      • emerson57
        7 de abril de 2017 em 20:33

        Eminente Refer,
        Na rua do Peixe não cabem.
        Aproveitando sua ótima idéia, poderíamos rebatizar pela cidade.
        Av. do Pato, Praça do Marreco, Praia do Ornitorrinco, (que não é inteiramente pato, só o bico… )
        E ainda mudar o prato símbolo da City que passaria de Meca Santista a Coxinha de …..Pato!

        • maria montes
          8 de abril de 2017 em 11:13

          Ótimas sugestões! Se organizarem um movimento para rebatizar os logradouros públicos desta cidade, avisem, por favor, que eu quero poder participar.

  5. POWERPOIMPEACHEMENT
    7 de abril de 2017 em 8:35

    Como disse o deputado comunista do PSOL “…O Pato Anti-pático da Fiespi…” Nós os de (Mercedes) BENS não concordamos. O nosso pato é patriótico e como um Godzila destruiu o governo comuno-bolivariano-domal do PT!
    Néscio Presidente, vice Cajú 2018! ou se der ruim, BOZO-ASNO 2018!

  6. Cachorrinho Pulguento
    6 de abril de 2017 em 22:24

    Entre todos os patos e marrecos o pior deles é o marreco de Garanhuns que quando aparece causa grande sofrimento às aves bicudas do bem.

    Ps: Nunca confunda as coisa; O Correto é marreco de Garanhuns já que de pato, ele não tem nada!

  7. Cachorrinho Pulguento
    6 de abril de 2017 em 21:40

    Transcrição do vídeo dos patos:

    [http://jornalggn.com.br/noticia/a-grande-pataquada-por-roberto-requiao]

    Vale a pena ler de novo!

  8. Heidi Maria
    6 de abril de 2017 em 19:06

    Mestre Patológico,

    A carne de pato é considerada imunda pela Bíblia. Mas o patinho da Pheesp foi limpinho pela lava-jato e não oferece perigo. Le canard a lá table….

    • Von Kasca
      7 de abril de 2017 em 0:36

      Gentil Senhorita Heidi Maria

      A carne de pato é considerada imunda pela bíblia,
      a exemplo dos animais que tem o bigulinho em forma de
      hélice, como um saca rolha.

      • Heidi Maria
        7 de abril de 2017 em 8:08

        Von Tasca,

        Gracias pela information. Pena que tucano é Ramphastus e não Anatidae

  9. Rever O. Freven
    6 de abril de 2017 em 18:19

    Ilmo Prof. Hariovaldo do Prado e do Campo.

    Sofisticação não combina com crise !
    É gourmet !
    É chique !
    É coxinha de pato !

  10. Aimeuscalos
    6 de abril de 2017 em 18:08

    O pato pateta
    Pintou o caneco
    Surrou a galinha
    Bateu no marreco
    Pulou do poleiro
    No pé do cavalo
    Levou um coice
    Criou um galo
    Comeu um pedaço
    De genipapo
    Ficou engasgado
    Com dor no papo
    Caiu no poço
    Quebrou a tigela
    Tantas fez o moço
    Que foi pra panela

  11. Jimmy Cricket™
    6 de abril de 2017 em 17:00

    ♫ O senador Roberto Requião esqueceu de mencionar o Pato Fu, grande compositor natural de Belzonte. Imperdoável…

    • Jimmy Cricket™
      6 de abril de 2017 em 17:21

      ♫ Linhás, como diria o eminente economista Ronald Golias, vale lembrar que o Pato Fu foi desenvolvido por Umberto Eco, depois que desenvolveu o Mattia Pascale…

    • Cachorrinho Pulguento
      6 de abril de 2017 em 21:26

      Cari$$imo Jimmy

      Atualmente “Pato Fu” descreve um fenômeno típico da Banania: Com a programação da bobo, Aumenta a população de patos e o povo começa a dizer: Estou Fu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *